junho 17, 2024 15:19

Empresas do PIM adotam medidas para evitar avanço do Covid-19 no ambiente fabril

spot_img

Com o aumento dos casos relacionados ao novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas, algumas empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) adotaram diversas medidas para evitar a proliferação do vírus e manter o ambiente de trabalhado saudável para todos os colaboradores. Medição de temperatura e utilização de máscaras e álcool em gel são alternativas implementadas ao logo da rotina de trabalho.

Janari Rodrigues, diretor da Provisa Gestão em Saúde, empresa responsável por mais de 120 mil vidas em Manaus, e aproximadamente 80 empresas do Polo Industrial, explica quais as medidas são tomadas para evitar a proliferação do coronavírus, no ambiente fabril, onde existe um grande número de aglomeração de pessoas.

“Álcool em gel, máscaras, desinfecção de ambiente de trabalho, além do trabalho feito na chegada do colaborador, onde é medido a temperatura. E se apresentar febre, esse colaborador é separado para ser acompanhado pelo médico”, disse o Janari Rodrigues.

O diretor da Provisa explicou que outra medida é o reforço das equipes de médicos e enfermeiros, além de manter um maior espaçamento entre os trabalhadores na linha de produção. “Todas as medidas seguem as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde (MS) e Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), para minimizar a possibilidade de transmissão do vírus”, informou.

Debate

O executivo explicou que, atualmente, existe em debate a nível nacional, onde muito governos estaduais querem isolar as pessoas e o governo federal quer colocar as pessoas jovens para trabalhar. “Eu acredito que deve ficar meio a meio, muitos voltam e outros ficam isolados”, ressaltou.

Para Janari, existem dois pontos para seguir neste momento, a parte sanitária e a questão financeira. Ele explicou que as empresas precisam faturar, que as empresas sem faturamento não conseguem pagar os salários de seus funcionários, que consequentemente não conseguiram quitar suas dívidas.

“O certo é que precisamos encontrar um equilíbrio, e o que precisamos é de tranquilidade para as tomadas de decisões”, disse, acrescentando que a preocupação existe, mas, tomando as devidas precauções, pode-se evitar o contágio do vírus.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

MP para salvar Amazonas Energia terá impacto de 0,4% na tarifa média no País

A solução endereçada à Amazonas Energia já foi testada durante a privatização da empresa em 2018 e o consumidor...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!