maio 19, 2024 19:11

Para Serafim, Bolsonaro está com ‘ciúmes’ do ministro da Saúde

spot_img

A atitude do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que quase demitiu o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi criticada nesta terça-feira, 7, durante o pequeno expediente pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), que afirmou que a medida do presidente foi um “gesto transloucado” e por ciúmes em um momento em que o Brasil enfrenta a pandemia do coronavírus.

A declaração de Serafim foi durante a sessão virtual da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta terça.

Na avaliação do deputado, o comportamento de Bolsonaro em buscar incansavelmente a demissão de Mandetta é uma clara demonstração de ciúmes diante do sucesso do ministro da Saúde na condução de ações de prevenção e combate ao coronavírus.

“Homens não podem ter ciúmes de outros homens por causa do sucesso deles, eu acho que o presidente da República deveria ficar orgulhoso em ter um ministro do nível do Mandetta, e não ficar com ciúmes pelo sucesso do caminho que ele traçou e da direção que ele vem apontando e que tem minimizado os efeitos do novo coronavírus”, concluiu.

 

Augusto Costa, para O Poder

Foto: assessoria de imprensa

Últimas Notícias

Lucenildo lidera com triplo de votos em Alvarães, diz Pontual Pesquisas

O Instituto Pontual Pesquisas realizou estudo eleitoral no município de Alvarães (a 530 quilômetros de Manaus) entre os dias...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!