junho 17, 2024 13:59

Em nota, governo nega parcelar salários de servidores

spot_img

Em nota enviada à redação de O Poder, a Secretaria de Estado da Comunicação (Secom) nega que o governo planeje parcelar salários dos servidores em junho, referentes ao mês de maio.

A Secom sustenta que não existe o projeto nem de reduzir e nem de parcelar estes vencimentos.

No entanto, informações obtidas com exclusividade pelo O Poder apontam que o governo do Amazonas já estuda este parcelamento e, a medida tem como pano de fundo uma eventual queda na arrecadação da receita do Estado, prevista para acontecer nos próximos meses devido aos efeitos da pandemia do coronavírus na economia local.

O fechamento do comércio e a paralisação das empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) devem provocar uma queda brusca na arrecadação do Estado. Apesar de o comércio no Amazonas, em fevereiro, apresentar crescimento de 3,5%, segundo pesquisa mensal do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), referente às vendas do mês de janeiro, a expectativa do comércio no mês de março, referente ao mês de fevereiro, é de queda, o que deve impactar na arrecadação do Estado.

Os dados consolidados do comércio devem ser divulgados na próxima quinta-feira, 16. Com isso, o Estado já terá um parâmetro para buscar minimizar os efeitos na máquina pública, que pode levar ao parcelamento dos salários dos servidores públicos do Estado.

“Há várias medidas econômicas sendo tomadas para minimizar o impacto nas finanças do Estado. Entre as medidas está o remanejamento de recursos para priorizar investimentos na área da saúde e o corte de despesas da máquina pública”, ressaltou, em nota.

 

Da Redação O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

Wilson Lima movimenta Coari no fim de semana

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), entregou, na última sexta-feira, 14, oito escolas reformadas e anunciou investimentos...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!