fevereiro 28, 2024 22:56

Para aplacar a tensão política na Aleam, governo estuda trocar liderança e ‘sonda’ Belarmino Lins

spot_img

Após a derrota do governo na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na sessão virtual de segunda-feira, 20, quando os deputados aprovaram por maioria de votos um requerimento que pede a intervenção federal na saúde do Estado, e a chegada do pedido de impeachment (afastamento do cargo) no Parlamento Estadual, o governador Wilson Lima (PSC) iniciou uma articulação nos bastidores para trocar sua liderança de governo na casa legislativa, que hoje é ocupada pela deputada Joana Darc (PL).

Nos bastidores, o nome mais cogitado para assumir o cargo é do decano da casa, Berlamino Lins (PP). No seu 8° mandato de deputado estadual, a ideia do governo é usar a desenvoltura do parlamentar para unir a base governista e amenizar os efeitos de pautas negativas que possam surgir na casa, como o pedido de afastamento de Wilson Lima e Carlos Almeida Filho (PTB), ingressado pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) e, dessa forma, minimizar a crise política vivenciada hoje pelos dois poderes.

Com maior número de mandatos legislativos, além de já ter sido presidente da Assembleia de 6 anos consecutivos, de 2005 à 2010, Wilson Lima busca em Belão, a ‘expertise’ de juntar o maior número de correligionários em defesa de seu governo.

Informações repassadas ao O Poder apontam que 18 dos 24 deputados pedem a mudança da liderança do governo na Assembleia. Nos bastidores, o sentimento é de que a inexperiência política de Joana Darc tem contribuído para o desgaste do governo entre os deputados.

Procurada pela reportagem, Joana Darc disse que tudo “permanece como está”.”Como sempre digo, a liderança está sempre à disposição do governador”, disse.

Já o deputado Belarmino Lins não confirmou, mas, também não negou que houvesse alguma articulação para que ele assumisse a liderança do governo no Parlamento estadual.

‘Ótimo’

Para o deputado Dermilson Chagas (sem partido), ex-colega de partido de Belão, a aquisição do parlamentar pelo governo seria “ótimo”, mas tem dúvidas se Belarmino vai aceitar a função. “Vamos esperar”, acrescentou.

O Poder procurou o governo para repercutir a informação, e, em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação (Secom) informou que a informação não procede, “pois não há nenhuma articulação nesse sentido”.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Montagem

Últimas Notícias

Caio André pede harmonia e respeito entre os parlamentares durante sessões da CMM

Durante a Sessão Plenária desta quarta-feira, 28, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (Podemos)...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!