fevereiro 29, 2024 11:01

Péricles está confiante em instalar CPI da Saúde na próxima semana; faltam 5 assinaturas

spot_img

Autor da proposta de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a crise da saúde no Estado do Amazonas, o deputado estadual Delegado Péricles acredita que a comissão deve ser instalada na próxima semana. Com três assinaturas, ele acredita que as cinco que faltam para dar o quórum mínimo serão ‘conquistadas’ logo.

Até o momento, a CPI da Saúde tem as assinaturas dos oposicionistas Dermilson Chagas (sem partido), Fausto Jr. (PV) e Wilker Barreto (Podemos).

“Espero atingir esse total de assinaturas até a próxima terça-feira, 4, considerando o número de deputados que se manifestaram favorável à CPI durante sua apresentação”, ressaltou o parlamentar.

“Diante do momento de caos e pandemia em que vivemos, precisamos nos unir e agir de forma efetiva para saber o que tem sido feito com todo o dinheiro da população que deveria ser destinado à saúde do nosso estado. São muitas vidas em jogo”, ressaltou o deputado.

O Portal O Poder procurou os demais deputados para saber se irão endossar o pedido de CPI. Alguns, como Álvaro Campelo (PP), disse que apoia qualquer iniciativa de investigação, desde que seja feita após a análise do processo de impeachment do governador e vice do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e Carlos Almeida Filho (PTB), respectivamente e, com a inclusão de administrações anteriores.

No aguardo

O deputado Abdala Fraxe (Podemos), disse que ainda não teve acesso ao documento, mas, assim que analisar o pedido de criação da CPI, irá emitir um posicionamento sobre a proposta.

Não assina

Já deputado Roberto Cidade (PV), disse que não assina o pedido de CPI, devido a tudo o que Amazonas está vivenciando com a pandemia do coronavírus.

“Precisamos agora é de envidarmos esforços para desacelerar o contágio da doença em nosso Estado. Uma CPI nesse momento não vai salvar vidas e nós precisamos de ações concretas que possam salvar vidas! Eu assinaria em um outro momento, mas nesse não, porque a prioridade agora é com a vida dos Amazonenses”, ressaltou.

Sem resposta

Procurados, os deputados Belarmino Lins (PP), Sinésio Campos (PT), Josué Neto (PRTB), Cabo Maciel (PP), João Luiz (Republicanos), Therezinha Ruiz (PSDB), Serafim Corrêa (PSB), Adjuto Afonso (PDT), Carlinhos Bessa (PV), Felipe Souza e Augusto Ferraz (DEM), não responderam aos questionamentos.

 

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

PF realiza operação contra fraudes em benefícios do INSS

A Superintendência da Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 29, em Manaus, a Operação Acta Passio, que visa...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!