maio 23, 2024 21:00

Prefeitura de Manaus e governo do AM terão estratégias para prevenir atos antidemocráticos

spot_img

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg) e do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), se reuniram na noite desse domingo, 8, com o Gabinete de Crise do Estado, para discutir as ações preventivas aos possíveis atos antidemocráticos. O encontro aconteceu no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado na avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul.

Órgãos de segurança dos governos federal, estadual e municipal estiveram presentes para debater as ações dos manifestantes e evitar que a situação se agrave como aconteceu em Brasília neste domingo. O prefeito David Almeida se pronunciou por meio das redes sociais e disse ser a favor da democracia e repudiou os atos contra a Constituição, colocando os serviços estratégicos da prefeitura à disposição para atuar de forma integrada com a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

De acordo com o titular da Semseg, Sérgio Fontes, a segurança nos prédios públicos do município já foi reforçada. “Nós estamos sob orientação direta do prefeito David Almeida, que está preocupado com a situação de Brasília e em como isso pode repercutir em outros Estados e determinou que acompanhássemos a situação diretamente com as autoridades estaduais. Nós já reforçamos a segurança nos órgãos públicos municipais com a Guarda Municipal e estamos acompanhando os servidores que podem ser hostilizados durante o exercício da sua atividade, como é o caso dos agentes de trânsito”, disse Fontes.

O Centro de Cooperação da Cidade que também participou da reunião, estuda a possibilidade de instalação de mais câmeras de monitoramento nos pontos sensíveis identificados pela inteligência.

“Existem alguns pontos que já são monitorados e outros que podem vir a ser utilizados pelos manifestantes, é nesses pontos que o CCC deve atuar em parceria com o Estado, instalando câmeras de monitoramento para que toda e qualquer atividade possa ser acompanhada em tempo real”, ressaltou o superintendente do CCC, Sandro Diz.

Desde o dia 15 de novembro, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) vem acompanhando o trânsito na avenida Coronel Teixeira, em frente ao Comando Militar da Amazônia (CMA) e demais pontos de manifestação.

“Estamos acompanhando as manifestações e o seu impacto na fluidez do trânsito, sempre agindo de forma conjunta com os órgãos de segurança do Estado e do município, para que a ordem do trânsito seja mantida”, afirmou o chefe de Operações do IMMU, Renato Silva.

O secretário da Casa Militar de Manaus, tenente Willian Dias, que esteve presente na reunião, colocou o apoio operacional dos policiais da Casa Militar à disposição.

Monitoramento

O Governo do Amazonas reuniu, nesse domingo, 8, o Comitê de Resposta Rápida, no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC), para tratar de possíveis manifestações em Manaus e no interior, como as registradas em Brasília neste domingo. Ações preventivas foram alinhadas entre órgãos de segurança estaduais, municipais e federais, além das Forças Armadas. O comitê monitora as manifestações em Manaus desde as eleições de outubro de 2022.

O policiamento também foi reforçado nas sedes dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo estadual e municipal, além da sede do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e pontos como o Comando Militar da Amazônia (CMA) e proximidades da Refinaria Isaac Sabbá (Reman), na Estrada do Marapatá, Distrito Industrial. A medida foi prontamente tomada para evitar qualquer tentativa de bloqueio de vias estratégicas da cidade.

Coordenada pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas, general Carlos Alberto Mansur, a reunião do Comitê traçou estratégias de prevenção a atos de vandalismo e quaisquer ações que possam causar transtornos para a população da capital e interior.

“Nós ativamos o gabinete com a presença de órgãos das três esferas, da esfera federal, do estado e também aqui do município, justamente para levantarmos ações preventivas com relação às manifestações, uma delas é o reforço da segurança das instalações públicas, dos Três Poderes”, enfatizou o general Mansur.

Interior

De acordo com o Secretário de Segurança a cidade de Manaus e o interior do estado encontram-se em estado de normalidade e a reunião foi realizada para que todos os órgãos estejam alinhados quanto aos acontecimentos. “A finalidade dessa reunião aqui é prevenção e colocar todos os órgãos em consciência situacional, para que todos saibam o que está acontecendo aqui no nosso estado e aqui na nossa cidade, até pra evitar informações erradas. A segurança pública está trabalhando como sempre, 24 horas por dia, sete dias na semana”, destacou o secretário.

Ainda na tarde desse domingo, o governador Wilson Lima repudiou veementemente os atos antidemocráticos ocorridos na Capital Federal e ressaltou que é preciso respeito à democracia, não havendo espaço para violência. E que o momento é de união e paz para que o Brasil possa avançar.

 

 

Com informações das assessorias

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

‘O problema é o miolo’, diz Marina sobre BR -319

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, quer estender o modelo de licenciamento ambiental da exploração de petróleo na...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!