março 5, 2024 00:34

Alberto Neto viaja para Argentina e PL diz que dinheiro é de ‘recursos próprios’

spot_img

O deputado federal pelo Amazonas, Alberto Neto (PL), fez mais uma viagem internacional. Ele integra a comitiva de Jair Bolsonaro (PL) que foi à cerimônia de posse do presidente eleito da Argentina, Javier Milei. Além do parlamentar, governadores, senadores, ex-ministros, aliados políticos, apoiadores e parentes estão no grupo de mais de 40 pessoas. 

Ao Metrópoles, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou que o partido bancou os custos com passagens e hospedagens de quem não tem mandato, incluindo os de Bolsonaro e da ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro: “Não com dinheiro público do partido, mas com doações”. 

Valdemar também informou que deputados, senadores e governadores com mandato, como é o caso de Alberto Neto, pagaram com recursos próprios. O Portal O Poder entrou em contato com o deputado federal para checar a informação e saber os valores gastos, mas até o fechamento desta matéria, não obteve respostas. 

Além de Valdemar e de Michele Bolsonaro, entre os nomes que acompanharam o ex-presidente em Buenos Aires estão os governadores de São Paulo, Tarcísio Freitas (Republicanos), do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PL), e de Santa Catariana, Jorginho Mello (PL); além dos senadores Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e Ciro Nogueira (PP-PI); dos deputados federais Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Zé Trovão (PL-SC), Bia Kicis (PL-DF), José Medeiros (PL-MT), Evair de Melo (PP-ES); e dos ex-ministros Gilson Machado (Turismo) e Osmar Terra (Cidadania).

Viagem aos Estados Unidos 

Há menos de um mês, Alberto Neto integrou uma comitiva formada por 12 parlamentares, entre deputados federais e senadores da direita, para uma “missão” nos Estados Unidos, ignorando pautas emergenciais do Amazonas e ‘surfando’ em narrativas que indicam que o Brasil está próximo de “virar uma Venezuela”.

A comitiva teve como objetivo alertar “pares no exterior sobre as ameaças internas à democracia liberal brasileira” e vinculou o atual governo federal a grupos terroristas.

 

Priscila Rosas com informações de Metrópoles 

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Últimas Notícias

Projeto de Caio André que beneficia atletas de jiu-jítsu avança na CMM

O Projeto de Lei nº 145/2023, que busca isentar a taxa de inscrição em eventos esportivos para atletas praticantes...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!