junho 19, 2024 09:03

FARRA: “Famoso” após flagra com dinheiro nas nádegas, Chico gastou quase R$ 600 mil do “cotão” em 2023

spot_img

Roraima – senador por Roraima Chico Rodrigues (PSD) pediu reembolso de quase R$ 600 mil da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), o “cotão”, em 2023. O senador não dispensou o uso da verba nem durante o recesso parlamentar do início do ano passado. Os dados constam no Portal da Transparência do Senado Federal.

Conhecido nacionalmente após ser flagrado durante Operação Desvid-19, da Polícia Federal, com mais de R$ 33 mil nas nádegas, o senador pediu reembolso total de R$ 588.272,83. Os serviços justificados para reembolso da verba foram de aluguel de imóveis a publicidade.

Curiosamente, Chico não dispensou a verba sequer no recesso de janeiro de 2023, quando pediu reembolso total de R$ 67.928,85. Os gastos foram com locação de imóvel, material de consumo, hospedagem, locomoção, alimentação, combustíveis, publicidade e passagens aéreas.

“Na cueca”

À época vice-líder do governo de Jair Bolsonaro (PL) no Senado Federal, Chico Rodrigues ganhou manchetes nacionais ao, inusitadamente, esconder dinheiro nas nádegas durante uma abordagem da Polícia Federal no dia 14 de outubro de 2020.

A Desvid-19 apura desvios de recursos públicos de emendas parlamentares destinados ao combate à Pandemia da Covid-19. Na ocasião, Chico chegou a justificar nervoso, mas os cerca de R$ 33 mil era para pagar empregados dele.

A operação Desvid-19 ocorreu em Boa Vista, capital de Roraima. A ordem de busca e apreensão contra Chico Rodrigues foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso.

Foto: Divulgação 

Últimas Notícias

Portaria divulga valores para acerto de contas do piso da enfermagem

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que, após quase um ano, o Ministério da Saúde publicou a Portaria...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!