março 5, 2024 07:52

Wilson amplia ações de fomento ao setor primário e beneficia produtores rurais

spot_img

O governador Wilson Lima realizou, nesta segunda-feira, 22, uma nova ação de fomento ao setor primário com entregas que incluem 100 mil alevinos de tambaqui; 8,7 mil mudas de café e citros (laranja e limão); 45 toneladas de alimentos; e 101 Cartões do Produtor Primário (CPP), entre outros itens que beneficiam mais de 420 produtores rurais de Manaus e da região metropolitana.

A ação aconteceu no recém-inaugurado Parque Multiuso Dr. Eurípedes Ferreira Lins, no quilômetro 2 da rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista/RR) – que abrigou em dezembro de 2023 a 45ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), movimentando mais de R$ 194 milhões no agronegócio do estado, com 527 expositores e mais de 180 mil visitantes.

O governador destacou que o setor primário representa uma grande força econômica no estado do Amazonas. Citando os períodos de cheia e estiagem, Wilson Lima reforçou o compromisso de sua gestão em dar as condições necessárias para que os avanços nessa área continuem.

“Esses investimentos contínuos são importantes para que o setor possa ter o fôlego necessário para superar essas dificuldades“, afirmou Wilson Lima. “A gente faz isso porque acredita no setor primário. O setor primário se mostrou muito forte, muito pertencente ao povo do Amazonas e foi exatamente o agro, o setor primário que sustentou a economia do Brasil e do estado nos momentos mais difíceis pelos quais passamos”, completou o governador do Amazonas.

As entregas do Governo do Amazonas foram realizadas por meio do Sistema Sepror – Secretaria de Estado de Produção Rural – com apoio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam); da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS); e da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf). Também são parceiras a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

Acompanharam o governador na entrega os deputados estaduais Abdala Fraxe; Adjuto Afonso, Carlinhos Bessa, João Luiz, Mário César Filho e Thiago Abrahim; o vereador Márcio Tavares; o presidente da Associação Amazonense de Municípios e prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza; além dos secretários estaduais Daniel Borges (Sepror), Eduardo Taveira (Sema) e Fausto Júnior (Desenvolvimento Urbano), o diretor-presidente do Idam, Vanderlei Alvino, e o diretor-presidente da Afeam, Marcos Vinícius.

Fomento à piscicultura

A Sepror entregou 100 mil alevinos de tambaqui, divididos para 60 piscicultores do ramal do Pau Rosa (na BR-174) e ramal do Brasileirinho e zona rural do bairro Puraquequara, zona leste de Manaus, que são assistidos pelo Idam.

Segundo a Secretaria Executiva-Adjunta de Pesca e Aquicultura da Sepror, neste primeiro trimestre do ano, está prevista a entrega de alevinos para os produtores rurais dos municípios: Manacapuru, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Tapauá, Careiro Castanho, e para a capital, Manaus.

Os alevinos são oriundos do Centro de Tecnologia, Produção e Conservação de Recursos Pesqueiros (CTPC), situado no Distrito de Balbina, em Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus). O Centro é referência na reprodução de peixes nativos, como o tambaqui e a matrinxã. A produção de pós-larvas e alevinos é distribuída gratuitamente para os piscicultores em municípios com potenciais produtivos na atividade.

“O governador Wilson Lima determinou que o setor primário seja unido, seja integrado, e estamos fazendo isso para avançar cada vez mais”, avaliou o secretário da Sepror, Daniel Borges.

Fomento à agricultura

No local, também foram entregues 7,8 mil unidades de mudas de café e 900 mudas de citros (laranja e limão), totalizando 8,7 mil mudas, beneficiando 230 famílias da zona rural. Em 2023, mais de 86,8 mil mudas de citros (laranja e limão) foram entregues em todo o estado, atendendo aproximadamente 2,9 mil famílias de 41 municípios do Amazonas.

Aquisição de alimentos

A Sepror também entregou 45 toneladas de produtos da agricultura familiar, adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, para entidades socioassistenciais de Manaus.

São aproximadamente 9 mil famílias de 12 instituições contempladas com os alimentos comprados de 30 agricultores familiares de Manaus, Manacapuru, Careiro da Várzea, Itacoatiara e Iranduba, no valor total de R$ 250 mil.

Entre as entregas estão abacaxi, abóbora, abobrinha, banana, cará, cebolinha, chicória, coco verde, coentro, couve, cupuaçu, espinafre, feijão de metro, manga, maracujá, maxixe, milho verde, pimenta de cheiro, macaxeira e tucumã.

“As mães dizem ‘a senhora sabe a importância de uma macaxeira dessa, de um pedaço de melancia, de uma fruta? Isso a gente dá para nossos filhos para poder ir para a escola’. É fundamental esse trabalho que o governador tem feito em prol das famílias, dos menos favorecidos e o nosso governador Wilson Lima tem um olhar muito grande para esse público”, afirmou a presidente da Associação Mãos Amigas Fortalecendo a Família, Cleonice Feitosa, instituição que existe há 23 anos e ajuda cerca de 2 mil famílias vulneráveis na zona centro-oeste de Manaus.

Aeradores

A ADS entregou oito aeradores do tipo 1.5 cv para dois piscicultores. Os aeradores são equipamentos que contribuem na uniformidade das espécies cultivadas, que conseguem crescer com mais facilidade. A iniciativa visa incentivar a produção de peixes no Amazonas e contribuir para o desenvolvimento econômico da região.

Os beneficiados com o equipamento foram Edinaldo Soares, do município de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manaus), que receberá dois aeradores e Milton César, da cidade de Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus), que recebeu seis aeradores.

Em 2023, foram investidos R$ 737,2 mil em aeradores, beneficiando 69 piscicultores do Amazonas. Os equipamentos são disponibilizados aos produtores a preços subsidiados em até 80% por meio do edital aberto disponível no site da ADS: www.ads.am.gov.br.

Assistência técnica e extensão rural

Principal órgão de assistência técnica e extensão rural (Ater) em território amazonense, o Idam entregou equipamentos, recursos financeiros e documentos indispensáveis para o fortalecimento do setor primário, incluindo 101 Cartões do Produtor Primário (CPP), documento que garante ao trabalhador rural benefícios como o acesso a políticas públicas, isenção de tributos na aquisição de equipamentos e implementos agrícolas, e até desconto na conta de energia elétrica.

Também foi entregue ao produtor Elias Martins da Silva um cheque, fruto de projeto de crédito elaborado pelo Idam, com a aprovação da Afeam, responsável pelo programa “+ Crédito Energia Sustentável”. O valor é direcionado a um projeto de energia sustentável em uma propriedade rural, no município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros da capital), onde há atividades voltadas ao setor primário local.

Parceria Idam e Sema

As Unidades Locais (UnLocs) e postos avançados do Idam também ganharam reforço tecnológico e logístico. As unidades de atendimento receberam 15 computadores, 15 nobreaks, 43 GPS e sete botes com motores 100 Hp, adquiridos por meio do Projeto de Cadastramento Ambiental Rural do Estado do Amazonas (ProjeCAR).

Coordenado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), a iniciativa é desenvolvida com recursos do Fundo Amazônia, acessado via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O ProjecAR tem o objetivo de aprimorar a infraestrutura e ampliar a implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) em 36 municípios amazonenses. Os beneficiários são pequenos produtores rurais, que têm a oportunidade de realizar a regularização ambiental da sua propriedade de forma gratuita. A iniciativa é realizada com o apoio do Idam e Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

 

Da Redação com informações da assessoria de imprensa

Foto: Diego Peres e Alex Pazuello/Secom

Últimas Notícias

Alfredo Nascimento é multado por irregularidades em contas partidárias

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) aplicou multa ao ex-senador Alfredo Nascimento. O órgão julgou desaprovadas as contas...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!