maio 21, 2024 03:13

Quaest: Jornalista Liliane Maia do RealTime1 contrata pesquisa mais cara do país

spot_img

A pesquisa contratada pelo site RealTime1 é a mais cara do Brasil até o momento, de acordo com dados levantados no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foi pago um valor de R$ 102,4 mil pela Dabacuri Produções Ltda à Quaest, empresa de pesquisa nacional do ramo de pesquisas e avaliações.

A pesquisa realizada pelo instituto DataFolha para a Prefeitura de São Paulo, por exemplo, custou apenas R$ 95,4 mil. É preciso levar em consideração que, enquanto Manaus tem 1,4 milhão de eleitores, a capital de São Paulo tem 9,3 milhões, sendo o maior colégio eleitoral do país.

Outro exemplo é que a pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Prefeitura de Salvador, na Bahia, custou R$ 50 mil se comparada ao valor pago pelo RealTime1.

As demais pesquisas realizadas nas capitais do Brasil possuem valores que variam de R$ 6 mil a 20 mil, a depender do número de eleitores.

Agregador de pesquisa beneficia David Almeida 

O RealTime1 criou um agregador de pesquisas para analisar os estudos eleitorais que são divulgados para a Prefeitura de Manaus. É uma espécie de média ponderada de todas as análises das pesquisas.

O próprio site descredibilizou os estudos quando foram lançados. Agora, o RealTime1 pega os dados -que antes questionou- porque convém a empresa utilizá-los para benefício próprio. Essa média privilegia um pré-candidato apenas: David Almeida. Por isso, não será novidade se a Quaest mostrar o prefeito de Manaus na liderança da pesquisa. Pagando o valor mais alto já contratado no Brasil, R$ 102,4 mil.

Da Redação 

Foto: Portal O Poder

Últimas Notícias

Renan Calheiros é o grande derrotado na CPI da Braskem

A CPI da Braskem vai votar seu relatório final na próxima terça-feira. Criada para investigar as responsabilidades pelo acidente...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!