fevereiro 28, 2024 22:36

Ex-prefeitos do interior são multados em R$ 11,9 milhões pelo TCE-AM

spot_img

Os ex-prefeitos Xinaik Medeiros, de Iranduba, e Marlene Cardoso, de Jutaí, foram multados em R$ 6,7 milhões e R$ 5,2 milhões, respectivamente, após terem suas prestações de contas dos exercícios de 2015 e 2016 reprovadas pelo colegiado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), durante sessão nesta terça-feira, 10.

Entre as infrações de Xinaik estão ausência de retenção de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), Imposto de Renda (IR) e Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em diversos pagamentos, no valor de R$ R$ 72,3 mil, além da falta de comprovação de despesas no valor de R$ 5,6 milhões referente aos gastos Fopag’s/Fundeb.

Eleito em 2012 para a Prefeitura de Iranduba, Xinaik é o personagem principal de um escândalo de corrupção em sua administração, em que foram comprovados desvios de mais de R$ 56 milhões que veio à tona na Operação Cauxi, do Ministério Público do Estado (MPE), em 2015, culminando em sua prisão e, posteriormente, na cassação de seu mandato.

 

Xinaik Medeiros teve o mandato cassado em 2015 após ser preso no âmbito da Operação Cauxi (Foto: Divulgação)

 

Entre as irregularidades detectadas na prestação de contas da ex-prefeita de Jutaí, Marlene Cardoso, estão desvios de verbas que seria destinadas a investimentos na educação municipal.

 

Hariel Fontenelle, para O Poder

Com informações do TCE-AM

 

Últimas Notícias

Caio André pede harmonia e respeito entre os parlamentares durante sessões da CMM

Durante a Sessão Plenária desta quarta-feira, 28, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (Podemos)...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!