fevereiro 28, 2024 21:01

Parlamento russo autoriza mudança e Putin pode ficar no cargo ate 2036

spot_img

O Parlamento russo aprovou, nesta quarta-feira, 11, uma emenda constitucional que permite que o atual presidente, Vladimir Putin, possa concorrer as eleições de 2024.

Com a reforma, Putin poderá ficar no governo até 2036

Com a mudança, Putin poderá se manter no poder por mais 12 anos, após o fim do seu mandato em 2024.

Atualmente, a legislação do país permite o limite para uma reeleição, em contrapartida, a emenda aprovada permite que a contagem dos números de mandatos seja zerada, algo que é totalmente benéfico para Putin, que poderá concorrer mais duas vezes após 2024.Vale ressaltar que atualmente na Rússia, o mandato é de 6 anos.

A emenda é constituída de um pacote de reformas constitucionais que já passou por três etapas de votação, na Duma (Câmara baixa da Assembléia Federal Russa). O pacote foi votado pelos 450 deputados da casa, com 383 votos a favor, 43 votos de abstenção e 24 ausências.

A principal autoridade que liderou a aprovação desta emenda, foi da ex-cosmonauta soviética Valentina Tereshkova, de 83 anos, Valentina é um símbolo de orgulho para a nação russa, pois é a primeira mulher a ir ao espaço, em 1963.

Deputada Valentina Tereshkova conversando com o Presidente Putin

Desde Boris Yeltsin renunciar a presidência da Rússia em 1999, Putin (que era o seu vice), nunca mais saiu do cargo máximo do poder executivo russo, são quase duas décadas na liderança do país. Vladimir já está marcado na história por ser o segundo líder a ficar mais tempo no poder, só perdendo para o líder soviético, Josef Stalin que governou de 1924 à 1953 (29 anos).

A notícia não agradou os grupos de oposição, para eles esta reforma constitucional é uma cortina de fumaça, para camuflar e proteger os interesses pessoais de Putin.

Fonte: O Globo

Últimas Notícias

Caio André pede harmonia e respeito entre os parlamentares durante sessões da CMM

Durante a Sessão Plenária desta quarta-feira, 28, o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (Podemos)...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!