junho 17, 2024 16:16

Coronavírus domina discussão do fórum de governadores, em Belém

spot_img

O Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que acontece nesta quinta-feira, 12, em Belém (Pará), tinha como pauta principal o “Desenvolvimento da Amazônia”, mas a pandemia do novo coronavírus acabou tomando conta das discussões.

Os governadores dos estados que compõem a Amazônia Legal (Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima e parte dos estados do Mato Grosso, Tocantins e Maranhão), estão reunidos na tarde desta quinta, 12, no XX Congresso de Governadores.

Todo o evento estava programado para discussão de projetos voltados para geração de emprego e renda e investimentos para o desenvolvimento da Região. Entretanto, os 52 casos confirmados de Coronavírus (Covid-19) no Brasil, segundo apontou o Ministério da Saúde, domina as discussões entre os governadores.

Apesar de não existir nenhum caso de Covid-19 confirmado nos Estados que compõem a Amazônia Legal, a simples suspeita de coronavírus deixam os governadores “apavorados”. De acordo com o Ministério da Saúde, os casos confirmados foram registrados em São Paulo (30 pacientes), Rio de Janeiro (13), Bahia (2), Rio Grande do Sul (2), Distrito Federal (2), Alagoas (1), Minas Gerais (1) e Espírito Santo (1). Existem, ainda, outros 907 casos suspeitos e 935 descartados.

Suspeitas

No Amazonas, existe um caso suspeito do Covid-19 e sete casos foram descartados. No Acre, há três casos suspeitos; no Pará, são cinco casos suspeitos com 13 descartados; em Rondônia são 2 casos suspeitos e um descartado; em Mato Grosso existe um caso suspeito e outros sete foram descartados e, no Maranhão são seis casos suspeitos e 11 descartados.

O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida, que representa o governador Wilson Lima (PSC) no Fórum de Governadores em Belém, confirmou que a mudança das discussões em torno do novo vírus que afeta o mundo.

“Até pelo fato de isso afetar diretamente a economia de toda a região”, destacou o vice-governador.

 

Henderson Martins, para o Poder

Foto: Divulgação

 

Últimas Notícias

MP para salvar Amazonas Energia terá impacto de 0,4% na tarifa média no País

A solução endereçada à Amazonas Energia já foi testada durante a privatização da empresa em 2018 e o consumidor...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!