junho 19, 2024 11:01

Maia e Alcolumbre criticam Bolsonaro por participar e incentivar ato: ‘é um atentado à saúde’

spot_img

Brasília – Os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (AP), ambos do DEM, criticaram, em posts no Twitter, a presença do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nos atos contra o Congresso Nacional, na tarde deste domingo, 15, contrariando as recomendações de autoridades de saúde, inclusive do Ministério da Saúde de seu governo, para que as pessoas não participem de aglomerações para evitar a proliferação do novo coronavírus. O país já tem 200 casos confirmados.

Bolsonaro compareceu em um protesto realizado em Brasília, e cumprimentou manifestantes, além de fazer selfies, apesar de anteriormente ter recomendado o adiamento das manifestações, por causa da pandemia do coronavírus.

Após os atos, Rodrigo Maia escreveu que “o presidente da República deveria estar no Palácio (do Planalto) coordenando um gabinete de crise para dar respostas e soluções para o país.”

Maia disse ainda que há um esforço global para conter o coronavírus. “Contudo, o Presidente da República ignora e desautoriza o seu ministério da Saúde e os técnicos do ministério, fazendo pouco caso da pandemia e encorajando as pessoas a sair às ruas”, completou.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre também fez críticas a Bolsonaro. Disse que com uma pandemia de coronavírus fechando fronteiras de países e assustando o mundo, “é consequente [sic] estimular a aglomeração de pessoas nas ruas”.

Alcolumbre também criticou os atos contra o Congresso Nacional. “Convidar para agir contra os Poderes é confrontar com a Democracia”, disse o senador.

Veja os posts:

 

 

Izael Pereira, de Brasília para o Poder

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

Mário Abrahim está na mira do TCE-AM

Um super contrato de asfalto colocou o prefeito de Itacoatiara (a 175 quilômetros de Manaus), Mário Abrahim, na mira...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!