junho 15, 2024 07:44

Marcelo Serafim chama Chico Preto de ‘irresponsável’ sobre ato pró-Bolsonaro

spot_img

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Marcelo Serafim (PSB), chamou o colega de parlamento, Chico Preto (DC), de irresponsável por ter participado na manifestação na Ponta Negra, Zona Oeste, no domingo, 15. Marcelo Serafim disse que todos que participaram da manifestação, assim como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foram irresponsáveis, por descumprirem as determinações impostas pelo Ministério da Saúde para frear o avanço do coronavírus no país.

Segundo Serafim, a ignorância é flagelo da humanidade, direcionando seu discurso para as pessoas que estiveram na manifestação pró-Bolsonaro. “Infelizmente, temos pessoas que são ignorantes, que minimizam o problema e que não estão olhando para o resto do mundo e vendo o que está acontecendo”, disse o parlamentar.

O vereador disse, ainda, que é lamentável que exista esse tipo de aglomeração de pessoas que tem legitimidade, mas, que o entendimento é que não poderia ser feito. “O presidente
Jair Bolsonaro saiu para cumprimentar manifestantes, sendo que, existem 11 pessoas da comitiva do presidente com o Covid-19. O presidente não poderia ter feito isso, ele tem que agir como um estadista, um homem responsável. Todos que participaram dessa manifestação foram irresponsáveis”, criticou.

‘A democracia tem um risco’

Em resposta, Chico Preto disse que dentro da disputa política, muita gente se aproveita para cutucar o governo federal.

“Não tem como chamar o governo federal de corrupto, de mensaleiro e de Lava Jato. A democracia tem um risco, e o risco foi ir ontem para as ruas para dizer que o Brasil espera que respeitem os votos dos brasileiros para um governo democraticamente eleito”, retrucou o vereador.

Recomendação

Uma das principais recomendações do Ministério da Saúde é que pessoas evitem aglomerações. Diante disso, o governador do Amazonas, Wilson Lima, e o prefeito de Manaus, Arthur Neto, tomaram diversas medidas emergenciais, entre elas a antecipação das férias escolas da rede pública municipal e estadual e a suspensão de eventos públicos por 15 dias.

Casos

No Amazonas, um caso de paciente infectado pelo novo coronavírus foi confirmado pelo governo estadual na sexta-feira, 13. Caso é o primeiro da região Norte e trata-se de uma mulher de 39 anos que chegou de Londres, na última quarta-feira, 11, apresentando os sintomas da doença.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Montagem

Últimas Notícias

RR: Relatora que irá julgar Denarium é escolhida no TSE

Em parecer enviado ao Tribunal Superior Eleitoral, a Procuradoria-Geral Eleitoral defendeu a cassação do governador de Roraima Antonio Denarium...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!