junho 17, 2024 15:58

Plínio Valério revela que vai fazer exame do Covid-19; Braga deu negativo e Omar evita assunto

spot_img

Com dois senadores infectados com o Covid-19, o presidente da casa legislativa, Davi Alcolumbre (DEM-PA), e Nelsinho Trad (PSD-MS), o Senado adotou medidas internas e cancelou todas as sessões, reuniões e assinou um ato, na terça, 17, que possibilita a votação de projeto com caráter de urgência em sessões virtuais. O senador Plínio Valério (PSDB-AM), que tem 65 anos de idade e está no público de risco, disse ao O Poder que a rotina será alterada porque os trabalhos serão realizados à distância.

“Eles ficaram de baixar um aplicativo. Se tiver alguma coisa importante, a gente votaria de forma virtual. Estou até espetando a portaria. O que tiver de emergência, nós vamos votar à distância”, disse.

Plínio revelou que iria fazer um exame nesta quarta, em Brasília, mas como retornou a Manaus vai fazê-lo na capital amazonense, mesmo não apresentando nenhum sintoma da doença.

O senador pelo MDB, Eduardo Braga, já fez o exame para verificar a incidência do Covid-19 na sexta-feira, 13. O resultado, que saiu no sábado, 14, deu negativo, informou sua assessoria de imprensa. Ele deve seguir sua agenda normal, acrescentou a assessoria.

O Poder também entrou em contato com o senador Omar Aziz (PSD) para saber se ele, que é do mesmo partido do senador Nelsinho Trad diagnosticado com o vírus e que afirmou ter abraçado “meio Congresso”, se fez exames, se vai manter sua rotina. No entanto, o senador limitou-se a responder apenas que vai dispensar os funcionários do gabinete, em Brasília.

 

Álik Menezes, para O Poder 

Foto: Agência Senado

Últimas Notícias

MP para salvar Amazonas Energia terá impacto de 0,4% na tarifa média no País

A solução endereçada à Amazonas Energia já foi testada durante a privatização da empresa em 2018 e o consumidor...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!