março 3, 2024 02:08

Covid-19: PT-AM considera adiar eleição interna para a escolha do candidato a prefeito

spot_img

A pandemia do coronavírus e as medidas emergenciais de quarentena involuntária impostas pelo governo do Estado, conforme as orientações do Ministério da Saúde, deve adiar a eleição interna no Partido dos Trabalhadores (PT) para a escolha do candidato do partido para a Prefeitura de Manaus.

A votação interna, que vai ser disputada pelos deputados federal José Ricardo, estadual Sinésio Campos e pelo vereador Sassá da Construção, está marcada para o dia 4 de abril.

Segundo o presidente municipal do partido, Valdemir Santana, as prévias só devem ocorrer no dia 4 se os decretos da Prefeitura de Manaus e do governo do Estado forem revogados.

“Enquanto durar o decreto, não há como pensar em outras coisas que não forem a saúde, o bem das pessoas. Os decretos proíbem aglomerações de pessoas e nós iremos respeitar. Caso chegue próximo do dia da prévia e a situação ainda for delicada, é claro que vamos adiar. Se o decreto cair, a gente faz. A saúde está em primeiro lugar”, defendeu.

O vereador Sassá da Construção disse ao O Poder que o ideal seria cancelar as eleições desse ano. “A gente tem que se unir para combater essa doença, primeiramente a gente tem que cuidar da saúde pública. A gente acredita que não haverá eleição esse ano, a gente vê aí eventos sendo cancelados, nos bastidores a gente já vê colegas se manifestando contra a eleição. Então, eu também acho que a eleição (2020) deveria ser cancelada”, disse.

Para Sinésio Campos, as prévias estão mantidas e o adiamento, somente se os decretos sejam mantidos. Ele oficializou sua pré-candidatura a prefeito de Manaus no dia 10 de março. “O presidente da Câmara reiterou a manutenção das eleições municipais e o TSE também se manifestou a favor da eleição. Então, até agora as prévias do partido estão mantidas, vamos ver como vai ser até lá, existe essa possibilidade de ser adiada.”

José Ricardo defende que a prévia do partido seja postergada. “Não há clima no momento já que a prioridade é o combate ao coronavírus. Acho que o próprio partido, em nível nacional e em todas as instâncias, todos os filiados, diretores, têm que estar seguindo as orientações contra o enfrentamento ao coronavírus”, observou.

Mesmo com todas as precauções e medidas emergenciais tomadas pelas autoridades e órgãos públicos para evitar o avanço do coronavírus no país, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) informaram que o calendário eleitoral e, consequentemente as eleições que acontecem em 4 de outubro, estão mantidos, mas reforçam a importância das medidas adotadas e aprovadas para prevenir contra o contágio da doença.

 

Álik Menezes, para o Poder

Foto: Hariel Fontelle/O Poder

Últimas Notícias

CNMP regulamenta aumento de auxílio-moradia de até R$ 10 mil para procuradores

De acordo com uma reportagem do Estadão, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o aumento...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!