fevereiro 22, 2024 10:18

Covid-19: Setor de componentes será o próximo a suspender atividades no PIM

O setor de componentes eletrônicos, que empregam diretamente mais de 10 mil funcionários em empresas instaladas dentro e fora do Polo Industrial de Manaus (PIM), será o próximo a suspender suas atividades com o objetivo de conter a propagação do contagio pelo coronavírus (Covid-19). A informação é do presidente em exercício da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), Nelson Azevedo.

“Acredito que a partir de segunda-feira, deverá ter muito mais empresas que devem seguir a mesma medida de suspender as atividades”, disse o dirigente.

Segundo ele, as empresas deste segmento estão espalhadas tanto no Distrito Industrial, quando fora dele. “Tem a parte de ferramentaria, de empresas de embalagens e diversas outras. Nestas empresas juntas, acredito que geram mais de 10 mil empregos”, disse Azevedo.

Medidas

A ex-superintendente da Suframa e executiva da GBR Componentes da Amazônia, Rebecca Garcia, informou que desde a semana passada foi tomada a medida de afastar os funcionários com mais de 60 anos e de grupo de risco para trabalharem em casa no sistema home office, além de diminuir o contingente na área de produção.

“Como nos antecipamos, conseguimos garantir as máscaras de proteção N95. Já na última segunda-feira reduzimos o contingente administrativo em aproximadamente 70%. Qualquer funcionário que apresente qualquer sintoma de resfriado está orientado a não vir ao trabalho. E por aqui seguimos aguardando as orientações oficiais em relação à indústria. Na concessionária atendimento só pela internet”, ressaltou Rebecca Garcia.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

RR: MP recomenda que ALE suspenda contrato de R$ 9 milhões para compra de móveis planejados de luxo

Roraima - O Ministério Público de Roraima (MPRR) emitiu uma recomendação à Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para suspender...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!