março 3, 2024 03:10

Covid-19: AM registra 30 novos casos e indígenas estão sendo monitorados

spot_img

Em apenas 24 horas, o Estado do Amazonas registrou 30 novos casos de pacientes infectados com o coronavírus, subindo para 111 desde que surgiu o primeiro caso, em 13 deste mês. Desse universo, 105 estão em Manaus e, seis, espalhando no interior do Estado.

De acordo com a diretora-presidente da Fundação de Vigilância e Saúde (FVS), Rosemary Pinto, dois casos são de Parintins, sendo que um foi a óbito na última terça-feira, 24, dois em Manacapuru, dois em Boca do Acre e um em Santo Antônio do Iça.

“Nesse momento, paciente internados no Amazonas com o Covid-19 chegam a 12, sendo 10 atendidos na rede particular de saúde, com três na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e dois estão no Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, ambos também na UTI”, disse a Rosemary.

Ela explica que os cinco casos na UTI são pacientes em estado grave que necessitam de suporte a vida. “Desses, os dois que estão na UTI do Delphina estão dentro do protocolo de tratamento com a Cloroquina, a pesquisa que estamos realizando coordenada pela Fundação de Medicina Tropical, em parceira com FVS, Susam e Fiocruz”, destacou.

A diretora-presidente explicou que hoje o Amazonas não consegue mais identificar de onde estão surgindo os novos casos, que desde o momento que passou a ter a contaminação comunitária, evitar a circulação de pessoas é essencial para impedir a transmissão do vírus.

Indígenas

Sobre casos registrados em aldeias indígenas, o governo informou que não tem casos notificados no Amazonas, mas está acompanhando um caso em que um médico que atuava em área indígena está com diagnóstico positivo.

“Ontem mandamos uma equipe para Santo Antônio do Iça, local onde o médico faz atendimento, e essa equipe colocou em monitoramento 43 pessoas, indígenas e não indígenas, sendo que nesse total, temos duas pessoas sintomáticas, mas, essas duas pessoas não são indígenas”, disse a diretora-presidente da FVS.

Além de Santo Antônio de Içá, Rosemary Pinto disse que a equipe coletou amostras de pacientes sintomáticos em Tonantins, Tefé e Amaturá.

A diretora da FVS-AM disse que até hoje foram coletados 728 amostras de testes moleculares que identificam um fragmento do vírus.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Reprodução/Facebook

Últimas Notícias

CNMP regulamenta aumento de auxílio-moradia de até R$ 10 mil para procuradores

De acordo com uma reportagem do Estadão, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o aumento...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!