março 3, 2024 00:43

Posse da nova diretoria do TRE será dia 7 de maio; corte planeja fazê-la presencial

spot_img

Durante sessão plenária virtual desta segunda-feira, 30, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador João Simões, não descarta que a corte realize uma cerimônia de posse da nova presidência do órgão, marcada para maio. Os novos presidente e vice eleitos este mês para o biênio 2020-22 são os desembargadores Aristóteles Thury e Jorge Lins, respectivamente.

A declaração foi motivada pelo questionamento de Thury, que perguntou de Simões sobre a solenidade. “Eu estou com preocupação em relação à nossa posse. Eu acredito, através do conhecimento que tive com as autoridades de saúde nacionais e do Estado, a curva ascendente do coronavírus será em maio, exatamente na época que estaremos tomando nossa posse. Gostaria de saber de vossa excelência, qual seria a posição mais correta, fazer uma transição virtual, ou não”, questionou Thury.

Por sua vez, João Simões disse que ficaria bastante triste se não conseguisse fazer o evento. Ele afirmou que, inicialmente, a posse está prevista para o dia 7 de maio e, é prematuro dizer como vai sê-la. “Vamos caminhando cada dia com sua agonia. Quem sabe logo, logo teremos um remédio que será muito eficaz ao coronavírus. De uma forma ou de outra estaremos juntos na sua posse. Para mim seria muito triste não fazermos a solenidade, mesmo que fosse mais simples, no nosso próprio plenário, mas, eu não gostaria de privar o senhor (Thury) e o desembargador Jorge Lins de uma posse presencial. Na minha cabeça vamos fazer presencial”, disse Simões.

Imunizado

Ainda durante a sessão, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, brincou e disse que o único imunizado para participar da posse sem risco de qualquer contaminação seria o desembargador Marco Antônio Pinto. No último dia 20, o desembargador foi testado positivo ao Covid-19.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

CNMP regulamenta aumento de auxílio-moradia de até R$ 10 mil para procuradores

De acordo com uma reportagem do Estadão, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o aumento...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!