maio 21, 2024 10:30

Com pico para o fim do mês, avanço da Covid-19 no AM testa o aparato de saúde do Estado

spot_img

O Ministério da Saúde indica que o pico do avanço do coronavírus (Covid-19) no país vai ser no final deste mês e, início de maio. O discurso é endossado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam), que já estão realizando projeções internas e apontam números expressivos da doença, neste período, no Estado.

No entanto, segundo informou a FVS-AM, o órgão prefere não divulgar estas projeções, no momento. “Mas, eles serão avaliados no decorrer desta semana com o resultado dos novos testes, como forma de garantir que a perspectiva esteja no estimado”, diz em nota, a fundação.

O fato é que a Covid-19 vem avançando no Amazonas de forma rápida. Em 19 dias, os casos positivos saltaram de um para 200 pacientes e, o crescimento diário de novos pessoas infectadas tem assustado. Um exemplo foi entre os dias 27 e 28 de março em que, em apenas 24 horas, foram 30 casos novos confirmados. E, no dia seguinte, entre 29 e 30, foram registrados mais 29 pacientes infectados com o vírus.

Com essa trajetória, o Amazonas é o Estado da Região Norte com maior números de pacientes doentes com o coronavírus e, o avanço no interior do Estado também preocupa, pois já representa 10% dos casos confirmados.

Com essas estimativas de crescimento da Covid-19 no Amazonas, o Secretário-Executivo Adjunto do Interior da Susam, Cássio Roberto do Espírito Santo, informou nesta quarta-feira, 1º, durante coletiva de imprensa on-line, que já está sendo estudado o projeto do hospital de campanha, que deve ser montado no estacionamento do Hospital Pronto Socorro Delphina Aziz, Zona Norte de Manaus.

Também prevendo este aumento de casos, o governador Wilson Lima (PSC) estendeu o decreto em que suspende as aulas da rede pública estadual até 30 de abril e o funcionamento de comércio e atividades afins até o dia 15 deste mês.

Além disso, o governo tomou outras medidas para assegurar que a economia local não colapse: liberou crédito emergencial para empresas e produtores rurais, além de flexibilizar o pagamento de dívidas e empréstimos para o setor produtivo.

Isolamento domiciliar

Dos pacientes positivos com Covid-19 no Amazonas, 138 estão em isolamento domiciliar, sendo acompanhados pela FVS-AM, que realizam monitoramentos diários pelo telefone, através da equipe de vigilância epidemiológica dos municípios do Estado, com a realização de entrevista sobre apresentação de sinais e sintomas.

UTI

O total de 28 pacientes estão internados em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), a diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, informou que mesmo com o quadro estáveis, eles estão em estado grave, devido a evolução do vírus ser “altamente inflamatório, altamente destruidor e causar sintomas severos”, alterando constantemente o status do paciente, principalmente para aqueles com histórico de comorbidade.

“Até ontem, apenas 2 pessoas acima de 60 anos haviam testados positivo, hoje temos novos 5. Reitero a preocupação com os idosos, grupo de risco, que se contraírem o vírus podem agravar, tendo que ir para UTI, correndo o risco de serem entubados. É necessário que levem a sério as advertência que estamos dando”, destacou Rosemary.

 

 

Ericles Albuquerque, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

Relatório final da CPI da Braskem é aprovado

Foi aprovada, na manhã desta terça-feira, 21, no Senado Federal, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Braskem. O...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!