junho 17, 2024 15:15

Marcelo Amil se filia no PCdoB e deve compor chapa ‘puro sangue’ com Balieiro

spot_img

O advogado e empresário Marcelo Amil anunciou nesta sexta-feira, 3, a filiação ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e deverá compor uma chapa “puro sangue” com o ex-deputado estadual Francisco Balieiro, lançado pré-candidato a prefeito de Manaus pelo partido no final de março.

Marcelo Amil era presidente diretório estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN), mas, acabou perdendo o comando do partido para o grupo político ligado ao ex-governador Amazonino Mendes (Podemos). E uma carta à época, Amil que estava na coordenação do PMN desde julho do ano passado, disse que ficou surpreendido com nomeação da nova diretória do partido.

Nesta sexta-feira, o empresário passou a integrar o PCdoB. “Um dos principais pontos de escolher o PCdoB foi voltar para casa. Isso porque eu já fui filiado ao partido quando eu tinha 18 anos. Foi o primeiro partido da minha vida e, inclusive, deixei muitos amigos lá. E voltar nesse momento em que o Brasil precisa afirmar uma posição é muito importante porque o PCdoB sempre teve uma posição firmada”, disse.

Além do advogado, aproximadamente 50 pessoas, que decidiram deixar o PMN e seguir ao lado de Marcelo, também vão integrar a nova sigla. Um dos que continua ao lado de Amil nessa nova trajetória é o sociólogo Luiz Carlos Marques. Ele revelou que a decisão de ir para o PCdoB se pautou na tradição do partido que milita ao lado dos trabalhadores.

“O PCdoB tem espaço para participar do jogo político. Um partido de tradição! Nós fomos basicamente banidos da construção de um partido, que abandonou a sua essência socialista e partiu para a extrema direita. A nossa opção foi buscar conversar com um partido que tem o nosso perfil, que pudesse agregar os valores que nós defendemos. E todos os valores que nós defendemos estão no Partido Comunista do Brasil, que é um partido que busca a transformação da sociedade via o parlamento, com políticas voltadas, principalmente, para o povo trabalhador. A nossa ida junto com o Marcelo para o PCdoB aconteceu porque nós somos um grupo unido, que quer mudanças efetivas e, para isso, nós temos que agir juntos”, ressaltou Marques.

O presidente estadual do PCdoB, Eron Bezerra, comentou sobre a chegada de Marcelo Amil e deixou as portas abertas para a construção do processo democrático também para os novos filiados.

“É com imensa alegria que nós recebemos a filiação de um expressivo grupo de militantes, oriundos do PMN, liderados pelo jovem e talentoso advogado Marcelo Amil, que agora se juntam as fileiras do centenário do PCdoB. São militantes da cultura, da comunicação, do esporte, comunitários, profissionais liberais, ativistas religiosos, indígenas. Um bom time. Gente da melhor qualidade, que se junta na luta para construir um mundo sem fome, sem desemprego, sem corrupção, sem violência e de prosperidade: um mundo socialista. Aqui, como militantes, terão o legítimo direito de disputar qualquer cargo e posto dentro do PCdoB. Sejam bem-vindos”, disse Eron Bezerra, que também é professor na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

 

Henderson Martins, para O Poder

Com informações da assessoria

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

MP para salvar Amazonas Energia terá impacto de 0,4% na tarifa média no País

A solução endereçada à Amazonas Energia já foi testada durante a privatização da empresa em 2018 e o consumidor...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!