maio 19, 2024 20:18

Fundo eleitoral e suspensão das eleições esquentam debate entre vereadores na CMM

spot_img

A possibilidade de as eleições deste ano serem suspensas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por conta dos avanços do novo Coronavírus (Covid-19) no Brasil esquentou os ânimos de vereadores que participaram da sessão virtual desta quarta-feira, 8, pela Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Durante a sessão, o vereador Raulzinho (PSDB) comentava sobre a discussão da anulação da eleição por algumas cortes eleitorais brasileiras e também sobre a utilização do Fundo Partidário para aplicação no combate ao Covid-19.

“Nós como vereadores não temos o poder de decidir o que será feito em relação às eleições. E nós vamos ter que acatar aquilo que for decidido, é claro, temos nossas opiniões, mas, a população tem que entender tudo é decidido nas esferas superiores”, ressaltou.

Raulzinho disse que ouviu de alguns especialistas que se o Fundo Partidário for aplicado na saúde, as eleições poderão ser canceladas. “Esse é o entendimento de várias pessoas conhecedoras da área política. A gente tem que entender o que será de benéfico se não houver a eleição. Muitos entendem que a eleição tem que ser cancelada nesse momento, no meu entendimento, temos que esperar o que vai acontecer para ser tomada essa decisão. Mas, o que sei é que as eleições podem ser canceladas se o fundo partidário for utilizado na saúde”, completou.

Em resposta, o vereador presidente da CMM, Joelson Silva (Patriotas), disse que é a favor do uso do fundo eleitoral e partidário para combater o coronavírus e que é contra a suspensão das eleições desde ano em razão da utilização do Fundo Eleitoral.

“Se fazia eleição sem Fundo eleitoral ou partidário. E esse papo de prorrogar a eleição para poder ficar seis ou três meses no mandato não cola. Não vou entrar nesse debate, mas, prorrogar mandato para ficar mais quatro ou cinco meses, isso não faz parte do meu posicionamento. Sou favorável da utilização dos fundos para combater o coronavírus e esquecer essa conversa fiada de que não vai ter eleição pelo fato de não ter fundo eleitoral”, disse Joelson Silva.

De acordo com o presidente, cada candidato poderá contribuir com suas eleições, sem precisar exclusivamente do Fundo Partidário. Nesse momento Raulzinho questiona para quem o presidente da casa estaria replicando o posicionamento. “Isso não foi opinião minha, mas, de várias pessoas da Justiça”, retrucou.

Joelson Silva rebate: “Não estou falando de Vossa Excelência não. Estou dizendo que é meu posicionamento, e se alguém da Justiça tem esse pensamento, eu sou contra quem falou também. Essa conversinha de prorrogar a eleição para ficar no mandato. Quê isso vereadores?”, finalizou o parlamentar.

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Montagem

 

Últimas Notícias

Lucenildo lidera com triplo de votos em Alvarães, diz Pontual Pesquisas

O Instituto Pontual Pesquisas realizou estudo eleitoral no município de Alvarães (a 530 quilômetros de Manaus) entre os dias...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!