fevereiro 26, 2024 04:47

Em ação, MP determina 15 dias para que Parintins amplie número de UTIs e Hospital de Campanha

spot_img

O município de Parintins (distante a 369 quilômetros de Manaus) vai ter que providenciar, em 15 dias, 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos dois hospitais da cidade, o Jofre Cohen e o Padre Colombo, sendo 6 UTIs adultos no Jofre Cohen e, 3 UTIs pediátricos e 5 neonatais no Padre Colombo para ampliar o atendimento aos pacientes graves acometidos pelo coronavírus no município.

Além disso, a prefeitura tem 10 dias para providenciar um Hospital de Campanha no município com 50 leitos comuns e 4 de UTIs.

A determinação é do Ministério Público do Estado (MP-AM), em ação civil pública ajuizada neste domingo, 12, para que se amplie o número de leitos hospitalares na cidade, haja vista o aumento de casos de coronavírus em Parintins, que somam 11 pacientes positivos e duas mortes.

Além disso, uma das autoras da ação, a promotora da comarca de Parintins, Marina Campos Maciel, argumentou que o município é cidade-polo da região e só tem 2 hospitais para atender cerca de 242 mil pacientes.

“Essa Ação Civil Pública visa concretizar o direito fundamental à saúde do cidadão, os quais diuturnamente necessitam de UTI e sofrem com a espera e a incerteza da remoção para a capital porque há somente uma ITU aérea que atende aos 62 municípios amazonenses”, diz a promotora Marina Maciel.

 

Da Redação O Poder

Com informações do MP

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

“Devemos passar uma borracha no passado” diz Bolsonaro em ato.

Lideranças da direita brasileira e os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, que é investigado por tentativa de golpe entre...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!