junho 17, 2024 17:11

TCE-AM reprova contas de ex-prefeito de Uarini e aplica multa de R$ 3,4 milhões

spot_img

O ex-prefeito de Uarini, Carlos Gonçalves de Sousa Neto, terá que devolver ao erário a quantia de R$ 3,4 milhões em multa imposta pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) devido à reprovação de sua prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2015.

A penalidade foi aplicada pelo relator do processo, auditor Mário Filho, devido a uma série de irregularidades não sanadas cometidas pelo ex-gestor, mesmo após notificação da corte de Contas. A decisão saiu nesta quarta-feira, 6, durante sessão virtual do colegiado.

São algumas das irregularidades apontadas pelos órgãos técnicos do TCE-AM: despesas de R$ 1,3 milhão não comprovadas com obras de engenharia; falta de comprovação de R$ 450 mil em manutenção e desenvolvimento do ensino e de abono salarial a professores e pedagogos, no valor de R$ 1,4 milhões; além de ausências de projeto básico e processo licitatório em carta-contrato.

A decisão cabe recursos, mas Carlos Gonçalves precisa quitar os valores no prazo de 30 dias.

 

 

 

Da Redação O Poder

Com informações do TCE

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

MP para salvar Amazonas Energia terá impacto de 0,4% na tarifa média no País

A solução endereçada à Amazonas Energia já foi testada durante a privatização da empresa em 2018 e o consumidor...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!