maio 19, 2024 20:38

Cartões do auxílio financeiro de R$ 200 do governo começam a ser entregues nos municípios do AM

spot_img

O benefício emergencial do Programa Apoio Cidadão, criado para dar assistência à população mais vulnerável no Amazonas, durante a pandemia de Covid-19, no valor de R$ 200, já iniciou, segundo informou o governo do Estado nesta segunda-feira, 11. Os cartões magnéticos com os recursos estão sendo entregues pelos Correios.

Acionados pelo Portal O Poder, sobre o início dos pagamentos do benefício e em relação aos gastos já efetivados para a empresa que vai administrar o auxílio, a Secretaria de Comunicação (Secom) informou que até o momento, além de Manaus, onde a entrega dos cartões está sendo realizada pelos Correios, outros 55 municípios já receberam os cartões que dão acesso a estabelecimentos comerciais para compra de alimentos, produtos higiene e limpeza.

De acordo com a secretaria, o auxilio é direcionado a 50 mil famílias em situação de extrema pobreza no Amazonas.

A Secom disse, ainda, que faltam apenas Pauini, Atalaia do Norte, Envira, Eirunepé, Itamarati e Maraã serem beneficiados com o início dos pagamentos do auxílio. “A meta é de que até o dia 15 deste mês estes municípios recebam os cartões a serem distribuídos pelas prefeituras do interior”, destacou, em nota.

Recursos

Conforme informações levantadas no Portal da transparência, o governo do Estado já pagou mais de R$ 10 milhões para a empresa Trivale Administração Ltda, responsável por confeccionar e administrar os recursos do auxílio.

De acordo com a Secom, o pagamento faz parte da 1ª parcela do auxílio para as famílias que vivem em situação de vulnerabilidade no Amazonas. Ao todo, conforme informações do contrato, o Estado vai pagar três parcelas de R$ 10 milhões que totalizaram R$ 30 milhões que serão direcionados às famílias em um período de 90 dias. Os recursos foram empregados por meio de dispensa de licitação.

Gastos

O Governo empenhou nesses mais de 40 dias de enfrentamento da Covid-19 um total de R$ 164,8 milhões. Desse montante, foi liquidado R$ 58,7 milhões e pago R$ 55,5 milhões. Por meio da Agência de desenvolvimento sustentável (ADS), o governo publicou um total de gasto superior a R$ 409 mil que foram empregados na compra de peixes para doação à população durante a pandemia.

O Governo do Amazonas publicou, ainda, gastos de R$ 1,5 milhão com a Fundação do Índio, para aquisição de alimentos e confecção de folders, além de gastos de R$ 23,4 milhões direcionados para o Fundo Estadual de Saúde em recurso que foram encaminhados para municípios do interior do Estado e R$ 35 milhões com a Secretaria Estadual de Saúde (Susam).

 

Henderson Martins, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

Lucenildo lidera com triplo de votos em Alvarães, diz Pontual Pesquisas

O Instituto Pontual Pesquisas realizou estudo eleitoral no município de Alvarães (a 530 quilômetros de Manaus) entre os dias...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!