abril 15, 2024 14:51

PF faz buscas e apreensões em investigação sobre ataque hacker ao STF

spot_img

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (11) a segunda fase da operação Leet, que investiga um ataque hacker ao site do Supremo Tribunal Federal (STF) em maio.

A equipe de tecnologia da informação do STF identificou ataques suspeitos ao site da Suprema Corte no dia três daquele mês, que indicavam uma invasão hacker.

Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro e Ceará. A PF apreendeu dispositivos eletrônicos para análise que podem ajudar nas investigações.

As pessoas investigadas responderão, na medida de suas partipações, aos artigos 154-A, de crimes informáticos contra o poder público e ao artigo 288 de associação criminosa, ambos previstos no Código Penal. Juntas, as penas podem chegar a cinco anos de prisão.

O termo Leet utilizado no nome da investigação, segundo a PF, é uma alternativa ao alfabeto inicialmente usado para o idioma inglês, empregado principalmente na internet. É usado como um adjetivo para descrever proeza formidável ou realização, especialmente nas áreas de jogos online e em sua forma original, usada por hackers de computador.

 

Conteúdo e foto CNN 

 

Últimas Notícias

Wilson Lima amplia para 97 o número de leitos do Hospital da Criança Zona Oeste

O governador Wilson Lima entregou, nesta segunda-feira, 15, 15 novos leitos de internação no Hospital e Pronto-Socorro da Criança...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!