junho 28, 2022 15:20

RR: Após desistir de tentar reeleição, produtividade de Shéridan na Câmara ‘despenca’

spot_img

Roraima – No ano em que abriu mão de disputar a reeleição para ‘apoiar’ a candidatura do marido, que tentará uma vaga na Câmara Federal, a deputada Shéridan de Oliveira (PSDB) teve baixa na produtividade. Neste ano, diferente dos anteriores, ela apresentou apenas um único Projeto de Lei.

Em contrapartida, de janeiro a maio deste ano, a parlamentar já gastou R$ 195.035,13 da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar, o famoso e polêmico “Cotão”. Do montante, Shéridan pediu reembolso para custos com diversos serviços como locação de veículos, combustíveis, consultorias e pesquisas, passagens aéreas, além de divulgação da atividade.

Conforme apurado pelo O Poder no site da Câmara Federal, a deputada apresentou apenas um PL. O projeto 595/2022 institui o Dia Nacional da Cirurgia Digestiva – “Henrique Walter Pinotti”.

Embora tenha apresentado apenas uma proposta esse ano, Shéridan publicou recentemente a destinação de emendas para municípios de Roraima. Como é o caso de uma emenda empenhada de mais de R$ 4 milhões para o município de Pacaraima.

O recurso deve ser usado para a implantação e melhoria de serviços de drenagem e manejo das águas pluviais urbanas.

Além dessa, Shéridan teve uma emenda autorizada de R$ 8.819.682,00 destinada ao governo do Estado. Conforme o site da Câmara, a verba está com status de ‘empenhado’.

Altos gastos 

Derrotada nas eleições municipais de 2020, a deputada federal Shéridan Oliveira lidera o ranking dos federais de Roraima que mais pediram reembolso da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar, o ‘cotão’, em 2021.

No total, ao longo do ano passado, foram gastos R$ 469.935,06 com telefonia, combustível, divulgação da atividade parlamentar, passagens áreas e consultorias.

Desse montante, R$ 220 mil foram usados apenas com consultoria; R$ 111.163,00 com passagens áreas; R$ 13.404,77 com combustível; R$ 5.971,98 com telefonia e R$ 9.330,18 com manutenção de escritório.

Silêncio 

O Poder tentou contato com a parlamentar para questionar sobre a baixa na apresentação de matérias, mas não obteve sucesso até a publicação da matéria.

 

Da redação O Poder

Foto: Divulgação 

 

Últimas Notícias

TCE atende MPAM e determina suspensão de pregões em Manaquiri

Atendendo representação do Ministério Público do Amazonas (MPAM), o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) determinou a...
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -

Mais artigos como este

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img
error: Conteúdo protegido!!