maio 23, 2024 21:36

Wilson Lima prepara ações para iniciar reforma e ampliação do Hospital Francisca Mendes

spot_img

O governador reeleito Wilson Lima (União Brasil),  anunciou que o Governo do Amazonas vai reformar e ampliar a Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes, na Cidade Nova, zona norte de Manaus. A obra, que será realizada pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), já foi licitada e aguarda a contratação para a assinatura da ordem de serviço.

“A gente tem trabalhado para reforçar nosso serviço de saúde com a melhoria da estrutura das unidades. Quando a gente melhora as estruturas, damos também melhores condições de trabalho aos profissionais da saúde. Iniciamos a construção do Hospital Regional de Manacapuru, ampliamos os leitos clínicos de UTI e de UCI na rede estadual, como fizemos também com a UTI pediátrica no Hospital Dr. Fajardo e vamos ofertar novos serviços no Hospital Delphina Aziz, agora reconhecido nacionalmente. E vamos revitalizar o Francisca Mendes”, afirmou.

Com investimento de R$ 43,1 milhões, a reforma faz parte do pacote de obras do Governo do Amazonas para a Saúde, e tem como objetivo ampliar e melhorar ainda mais o acesso da população ao atendimento hospitalar cardiológico para crianças e adultos. O prazo de execução será de 18 meses a contar da ordem de serviço.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e a UGPE realizaram reunião de alinhamento antes do início das obras para que aconteçam sem interferir na rotina de atendimento da unidade. O hospital é a referência da rede estadual de saúde para atendimento de doenças do coração. No mesmo complexo onde está instalado funcionam a maternidade Nazira Daou e o Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi) André Araújo.

De acordo com o coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, será a primeira vez que o hospital receberá uma reforma dessa magnitude: “É a primeira grande reforma do Francisca Mendes em quase 24 anos. A unidade será modernizada e ampliada para melhorar a estrutura de atendimento e o acolhimento aos pacientes”, disse.

Inaugurado em 21 de junho de 1999, como Hospital do Servidor Público do Estado Dona Francisca Mendes, a unidade, em 2014, ganhou a denominação de Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes, por meio da Lei Nº 4.026 de 06/05/2014. Atualmente, conta com 167 leitos e, com a ampliação e reestruturação, aumentará para 227.

Com a reforma, o hospital ganhará 20 novos leitos de enfermaria e 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os leitos de UTI são 20 adultos e 20 pediátricos (metade infantil e a outra metade neonatal).

“A nossa meta é tentar conseguir que esse hospital funcione 24 horas também como urgência cardiológica, então a população ganha muito, pois nós vamos ter mais leitos e vamos poder contratar mais profissionais. Além disso, a modernidade dos aparelhos vai tornar as cirurgias mais seguras”, disse o secretário de saúde, Anoar Samad.

Atualmente, o espaço possui 13.442 metros quadrados de área construída, contará com mais 617,90 metros quadrados de ampliação e passará a ter 14.060 metros quadrados com a reestruturação, que inclui reforma interna e externa. Serão construídos novos espaços de convivência e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Também será feita a adequação de fluxos do hospital, uma nova entrada de funcionários e entradas independentes para ambulatório adulto, infantil, urgência e emergência.

Da Redação com informações da assessoria

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

‘O problema é o miolo’, diz Marina sobre BR -319

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, quer estender o modelo de licenciamento ambiental da exploração de petróleo na...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!