fevereiro 26, 2024 02:44

Em novo ataque de fúria, Anderson Sousa ataca opositores

spot_img

O prefeito de Rio Preto da Eva (a 79 quilômetros de Manaus), Anderson Sousa (União Brasil), voltou a se descontrolar e partiu para a agressão física contra um dos seus opositores. O fato teria ocorrido no domingo, 10, durante uma ação de saúde e cidadania e com entrega dos óculos do Programa Enxerga Mais Rio Preto da Eva, no ramal da Manápolis, na escola municipal Givanilde Brandão.

Conforme foi divulgado pelo Portal O Poder, não é a primeira vez que o prefeito agride um opositor. Agora, o caso envolve um advogado.

De acordo com os vídeos que circulam nas redes sociais, Anderson Sousa perdeu o equilíbrio quando começou a ser cobrado pelo presidente da comunidade sobre a falta de energia e asfalto que, até o momento, não teria chegado à comunidade de Manápolis, além de cobranças sobre a verba para o asfaltamento.

“Eu vim aqui em 2005 construir um posto de saúde, construir a escola que hoje tem praticamente 12 salas de aula com ar-condicionado. Se falta luz, vocês não podem me culpar porque eu não sou culpado por faltar luz”, esbravejou o prefeito partindo para a agressão.

‘Zé Cueca’

Depois da confusão, o prefeito de Rio Preto da Eva foi até uma rádio local para justificar o que havia ocorrido quando chegou a chamar o presidente da comunidade de Manápolis de “Zé Cueca” e que ele não estaria fazendo nada em prol da população.

“O presidente da comunidade é quem tem que ir atrás. Infelizmente, esse rapaz não faz nada, é um ‘Zé Cueca’. Não tenho receio e que ele venha aqui me processar porque eu vou mostrar que ele é um ‘Zé Cueca’, um ‘Zé Ninguém’. O outro é um soldado, um vagabundo da Guarda Municipal que não tem um palmo de terra. A vida dele é criar factoides e inventar fake news da prefeitura, que não está tratando bem o agricultor. Ele não planta nada. Ele não tem na casa dele um pé de alface. Uma cebolinha para dizer que é agricultor”, alfinetou.

 

 

Augusto Costa, para O Poder

Imagens: Reprodução

Últimas Notícias

“Devemos passar uma borracha no passado” diz Bolsonaro em ato.

Lideranças da direita brasileira e os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, que é investigado por tentativa de golpe entre...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!