fevereiro 22, 2024 10:50

Silas Câmara afirma que isenção para pastores é fake

Aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro, o deputado Silas Câmara classificou a isenção fiscal para pastores como “fake news”. De acordo com o parlamentar, o fato representa “velha prática de promover o caos”.

“Nunca houve essa tal isenção par nenhum ministro de culto, em nenhum governo”, disse Câmara nas redes sociais.

Ameaças

A bancada evangélica ameaça retaliar o governo Lula por causa da decisão da Receita Federal de anular um ato do ex-presidente Jair Bolsonaro que deu isenção fiscal a pastores. A decisão foi do secretário da Receita Federal, Robinson Barreirinhas.

Com a revogação, igrejas e instituições vocacionais voltarão a pagar contribuições previdenciárias sobre a remuneração dos líderes religiosos. O benefício havia sido concedido pelo então presidente Bolsonaro em 2022, dois meses antes das eleições, como um afago aos evangélicos.

O deputado Joaquim Passarinho, do PL, que faz parte da Frente Parlamentar Evangélica, disse que a decisão vai afastar ainda mais o governo Lula da bancada. A decisão de Barreirinhas foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (17). O ato que ampliava a isenção está sob análise do Tribunal de Contas da União.

Últimas Notícias

Roberto Cidade com “carta branca” para conduzir o União Brasil e á eleição em Manaus

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade vai assumir o diretório municipal do...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!