fevereiro 29, 2024 11:19

Se eleito Trump promete: “A maior deportação da história” dos EUA

spot_img

Os brasileiros que moram nos Estados Unidos devem começar a ficar preocupados. É que o bilionário Donald Trump anunciou planos para realizar o que ele chama de “a maior operação de deportação interna na história dos Estados Unidos” caso vença as eleições presidenciais. O ex-presidente, que lidera as primárias republicanas de 2024 com ampla vantagem, fez esse anúncio durante um discurso realizado na noite de quarta-feira, dia 20, em Dubuque, Iowa.

Trump criticou o presidente Joe Biden pelo que ele chamou de “catástrofe destruidora da nação em nossa fronteira sul”.

“Durante meu mandato, tivemos a fronteira mais segura da história dos Estados Unidos. Agora, temos a pior fronteira da história do mundo”, afirmou Trump, no mesmo dia em que mais de 4.000 imigrantes cruzaram ilegalmente a fronteira para o Texas.

No evento em Iowa, Trump prometeu que, se eleito, seu segundo mandato começaria com o “imediato” fim de “todas as políticas de fronteiras abertas da Administração Biden”. Ele também mencionou que seguiria o “Modelo Eisenhower” para realizar a maior operação de deportação interna na história dos Estados Unidos.

O ex-presidente disse que planeja invocar a “Alien Enemies Act” para remover dos Estados Unidos todos os membros conhecidos ou suspeitos de gangues, traficantes de drogas ou membros de cartéis, alegando que isso encerraria a “praga da violência de gangues de imigrantes indocumentados de uma vez por todas”.

Além disso, Trump afirmou que pretende “transferir grandes partes das forças federais de aplicação da lei para a aplicação das leis de imigração”, o que incluiria partes do FBI, Departamento de Segurança Interna, Administração de Combate às Drogas e Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos (ATF).

“Vou deixar claro que devemos usar todos os recursos necessários para interromper a invasão, incluindo o deslocamento de milhares de tropas, que atualmente estão no exterior, para a nossa própria fronteira sul”, ressaltou Trump, enfatizando que “antes de defender as fronteiras de países estrangeiros, devemos garantir a fronteira de nosso país”.

Trump também revelou seus planos de utilizar a Marinha dos Estados Unidos para impor um bloqueio total no tráfico de fentanil pelas águas, abordando e inspecionando navios em busca da droga. Este anúncio segue a declaração anterior de Trump de implantar forças especiais dos EUA e outros recursos militares para “infligir danos máximos” aos cartéis que cruzam a fronteira sul.

Quanto ao Título 42, que foi encerrado em maio, Trump disse que o usaria para “encerrar a crise de tráfico de crianças, devolvendo imediatamente todas as crianças traficadas às suas famílias em seus países de origem”.

Além disso, o ex-presidente mencionou seu plano de reintroduzir a proibição de viagens implementada em 2017, que suspendeu a entrada nos EUA de indivíduos de vários países predominantemente muçulmanos. Ele afirmou que expandiria ainda mais essa proibição para manter os “terroristas islâmicos radicais” fora do país e também negaria a entrada nos Estados Unidos a todos os comunistas e marxistas, utilizando as leis federais existentes.

Trump concluiu seu discurso dizendo que a batalha de 2024 será a “batalha final” e expressou sua determinação em combater o que ele chamou de “Estado Profundo”, “globalistas”, “comunistas”, “marxistas” e “fascistas”, além de enfatizar sua intenção de “acabar com a imigração ilegal de uma vez por todas”.

Essas declarações de Trump coincidem com o aumento nos números de encontros com migrantes na fronteira dos Estados Unidos, com relatos de mais de 45.000 encontros nos últimos cinco dias e cerca de 230.000 encontros em agosto, marcando um aumento significativo em relação aos meses anteriores.

Com informações Braziliam Times

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

PF realiza operação contra fraudes em benefícios do INSS

A Superintendência da Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 29, em Manaus, a Operação Acta Passio, que visa...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!