maio 21, 2024 09:09

Eventual monitoramento de Valdemar pela Abin paralela pode gerar conflitos

spot_img

Segundo fontes ouvidas pela coluna, não foram apenas os opositores do presidente, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e jornalistas que teriam sido alvo da chamada ABIN Paralela.

O presidente do PL (atual partido de Jair Bolsonaro), Valdemar Costa Neto, teria sido um dos alvos dos monitoramentos feitos pela célula clandestina de vigilância e monitoramento instalado no seio da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

O programa de monitoramento de localização de celulares First Mile adquirido no governo temer, teria funcionado até o início de 2021

Segundo fontes, houve neste final de semana uma verdadeira operação de interlocutores do ex-presidente para “acalmar” aliados e ex-aliados de Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Segundo uma apuração do jornalista Octávio Guedes, até mesmo o general Mourão, atual senador da República, também teria sido procurado nesta operação. Outro possível alvo da rede de monitoramentos seria também o senador Ciro Nogueira que foi o ministro-chefe da Casa Civil entre agosto de 2021 e dezembro de 2022, segundo o canal Globo News.

Por enquanto a lista de monitorados pela agência clandestina segue sob sigilo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco e organizações da sociedade civil já solicitaram ao STF acesso à lista dos monitorados.

Também segundo fontes da coluna, a Polícia Federal teria, na semana passada, solicitado a remoção do sigilo da lista, pedido que não foi atendido pelo STF.

A PF não confirma oficialmente qualquer informação sobre os nomes que constam na lista.

Conforme a coluna também já havia revelado, segundo fontes na PF as apurações sobre a ABIN paralela estariam apenas no início e muita coisa estaria por vir.

 

 

Com informações de O Cafezinho

Últimas Notícias

Relatório final da CPI da Braskem é aprovado

Foi aprovado na manhã desta terça-feira, 21, no Senado Federal, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Braskem. O...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!