abril 18, 2024 23:16

Omar Aziz: Lula não deve desculpas a governo sionista; Bolsonaro com nazista não gerou essa histeria

spot_img

A visita de uma deputada nazista ao então presidente Jair Bolsonaro não causou a mesma repercussão da fala de Lula que comparou o Holocausto os ataques israelenses à Faixa de Gaza, afirmou o senador Omar Aziz (PSD-AM) em entrevista ao UOL News nesta quinta, 22.

Não deram essa conotação quando o ex-presidente Bolsonaro recebeu uma deputada nazista. Não havia essa histeria.

“É fácil embarcar em uma onda criada por algumas pessoas no país. Isso já aconteceu, de forma mais evidente, de quem apoia o nazismo no país quando o ex-presidente recebeu uma deputada nazista e tirou fotos, sorrindo. Há uma entrevista dele dizendo que até podemos perdoar o Holocausto”, disse Aziz. 

Filho de um imigrante palestino, Aziz saiu em defesa de Lula e disse ser necessário “tipificar o que está acontecendo” na Faixa de Gaza.

“Lula esteve no Oriente Médio e conversou com muitas lideranças, com relatos das atrocidades que estão acontecendo, e depois deu uma entrevista. É lógico que tem que tipificar o que está acontecendo. Lula é uma pessoa respeitada no mundo inteiro. Não é qualquer um. Em momento algum ele fez qualquer referência ao povo judeu. Lula não tem maldade no coração e é uma pessoa que pensa o bem”, ressaltou. 

O que aconteceu 

Em 2021, Bolsonaro se encontrou com a deputada alemã Beatrix von Storch. Ela é vice-presidente do partido de extrema-direita AfD (Alternativa para a Alemanha, na sigla em português) e neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, ministro das Finanças de Hitler por mais de 12 anos.

Beatrix agradeceu a Bolsonaro pela “amistosa recepção”. A parlamentar também se encontrou com Eduardo Bolsonaro e com a deputada federal Bia Kicis.

Aziz: Lula não deve pedir desculpa a um governo sionista de jeito nenhum

O senador avalia que Lula não deve se desculpar “de jeito nenhum a um governo sionista” por comparar os ataques de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto. Aziz disse, porém, que o presidente deveria fazer um pedido de desculpas aos judeus “no momento certo”.

“Lula não deve pedir desculpas, de jeito nenhum, para um governo sionista. [Deve pedir desculpa aos judeus] No momento adequado, mas não na exigência e na arrogância. Um presidente não pode fazer isso sob pressão. No momento certo [deve se desculpar]”, explicou Omar Aziz.

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

 

Da Redação com informações de UOL 

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

Wilson Lima e Omar Aziz prestigiam abertura de conferência de Ciência, Tecnologia e Inovação

A abertura da etapa Norte da 5ª Conferência Regional de Ciência, Tecnologia e Inovação, organizada pelo ministério da área,...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!