abril 20, 2024 23:13

Engenharia política é essencial no processo eleitoral

spot_img

O bom resultado nas eleições depende de muitos fatores e de uma boa articulação política. Esta, preferencialmente, é feita pelos “engenheiros políticos”, que não costumam aparecer nos holofotes, mas movimentam-se bastante nos bastidores e são essenciais no processo eleitoral.

A engenharia política é um processo que consiste em uma análise embasada de dados numéricos, situações e alianças. Para que o candidato faça as melhores alianças, movimentações e escolhas, o engenheiro político não leva o emocional em consideração, mas utiliza a razão para movimentar o tabuleiro político a favor do seu candidato. 

A partir da análise, o engenheiro político pode maximizar boas características do candidato e minimizar riscos, além de converter situações e posicionamentos a favor de seu candidato. Isso gera economia de tempo e dinheiro e, consequentemente, evita desperdícios. 

No Amazonas, grandes figuras políticas, como Amazonino Mendes e Gilberto Mestrinho, conseguiram vitória nas urnas por estarem cercados de bons engenheiros políticos. Um exemplo foi em 2012, quando Mendes não disputou a eleição e eles convenceram Arthur Virgílio Neto, que estava vivendo um exílio político em Portugal, a volta para Manaus e disputar as eleições. Nem o ex-senador estava confiante de sua vitória, mas as movimentações políticas dos engenheiros foram essenciais para ele virar prefeito. 

No cenário atual, com as movimentações pré-eleição acontecendo, quem tiver a melhor equipe, obterá êxito nas eleições. 

 

Priscila Rosas, para Portal O Poder

Ilustração: Neto Ribeiro/Portal O Poder

Últimas Notícias

Lançamento da pré-candidatura de Maria do Carmo tem participação de Dallagnol

A pré canditada Maria do Carmo Seffair oficializou neste sábado (20) a sua candidatura a prefeitura de Manaus. O...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!