maio 23, 2024 20:18

TRE-AM salva mandato de Daniel Almeida

spot_img

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) salvou o mandato do deputado estadual Daniel Almeida. O julgamento aconteceu nesta quarta-feira e a relatora do processo foi a desembargadora Carla Reis (17).

“O evento não estava caracterizado politicamente, nem de maneira disfarçada. Considero improcedente. O evento era voltado aos servidores da limpeza pública. Não houve manifestação popular. Não tipifica abuso de poder econômico”, disse a magistrada.

Carla Reis julgou a Ação como improcedente e foi acompanhada pela Corte.

AIJE

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) no TRE-AM contra o prefeito David Almeida e seu irmão, o deputado estadual Daniel Almeida, por abuso do poder econômico. O fato teria acontecido durante um “showmício” com garis terceirizados em setembro de 2022, antes das Eleições Gerais.

Para o órgão ministerial, Almeida aproveitou o evento para promover a campanha de seu irmão, Daniel Almeida, e do então candidato a deputado federal, David Reis, filho do titular da Secretaria Municipal de Limpeza e Saneamento Público (Semulsp), Sabá Reis.

Os participantes do evento concorreram a sorteios e receberam material de campanha ligados ao Avante. Os produtos eram do vereador e então candidato a deputado federal, David Reis, do secretário Sabá Reis, e de Rossemiro Teixeira Neto, proprietário da Murb -Manutenção e Serviços Urbanos, empresa contratada para cuidar da limpeza urbana da capital.

Para a defesa, o evento não é configurado como eleitoral. Além disso, não há provas, uma vez que a empresa a questão, a Murb, não obrigou ninguém a participar, tampouco o prefeito David Almeida.

 

 

Da Redação

Últimas Notícias

‘O problema é o miolo’, diz Marina sobre BR -319

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, quer estender o modelo de licenciamento ambiental da exploração de petróleo na...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!