julho 15, 2024 08:24

Dúvida para este ano, eleição 2020 deve ter 54 dos 61 prefeitos do AM à reeleição

spot_img

Dos 61 prefeitos de cidades do interior do Amazonas, pelo menos 54 devem se candidatar à reeleição; 6 não serão candidatos porque já estão no segundo mandato, mas devem apoiar outras candidaturas; e 1 estuda não disputar o pleito, conforme levantamento feito pela reportagem de O Poder.

O prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza, agora filiado ao Progressista, disse à reportagem que será candidato à reeleição. Antes, Souza era filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (Pros).

Quem também deve buscar um novo mandato é o prefeito de Eirunepé, Raylan Barroso. No dia 10 deste mês, ele se filiou ao Democratas, em evento da comissão-executiva nacional do partido, em Brasília.

Já o prefeito de Anori, Jamilson Ribeiro Carvalho, do MDB, afirmou que não será candidato à reeleição, mas irá apoiar a candidatura do seu vice. Ribeiro declarou que é contra à reeleição.

“Sou contra a reeleição. Não quero ofender ninguém, é um posicionamento meu, mas acredito que todo político que se torna corrupto, começa no segundo mandato. Todo político deveria trabalhar como se o dia fosse o último dia de mandato. Nós pegamos o município inadimplente há 14 anos e conseguimos deixar adimplente, essa foi a minha missão. Eu quero que meu vice seja o nosso candidato, ele só não vai ser candidato a prefeito se ele mesmo não quiser”, destacou.

No município de Amaturá, o prefeito Joaquim Francisco da Silva Corado (MDB), disse estar preocupado em concluir o plano de governo e ainda não decidiu se será candidato novamente. Segundo ele, caso ocorra, será consequência de um trabalho bem desenvolvido e deve deixar para decidir até o limite do prazo. “Em maio, abril, eu decido se vamos ser candidatos ou não”, disse ao O Poder.

Nos municípios de Manacapuru, Iranduba, Presidente Figueiredo, Coari, Maués e Parintins, os prefeitos planejam disputar à reeleição.

A reportagem tentou contato com os demais prefeitos das cidades do interior do Amazonas, mas não obteve êxito.

A eleição municipal está marcada para o dia 4 de outubro deste ano e, mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esteja reticente em adiá-la devido à pandemia do coronavírus, sua realização ainda é uma incógnita.

 

Álik Menezes, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

Governador Wilson Lima convoca os primeiros cadastrados no programa Amazonas Meu Lar

O governador Wilson Lima (União Brasil) anunciou, na manhã de domingo, 14, a convocação dos primeiros 500 pré-cadastrados no...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!