março 3, 2024 01:17

Álvaro Campelo denuncia que está sendo vítima de golpe virtual

spot_img

Um dia após divulgar que seu irmão, o jornalista Geraldo Campelo, estava sendo vítima de um golpe virtual, o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) afirmou, em relato nas suas redes sociais na manhã desta quarta-feira, 13, que também está sendo vítima. Caso tenha motivação política, o deputado prometeu divulgar os nomes de quem está por trás dos golpes. “Hoje a vítima sou eu”, disse.

Segundo familiares do deputado, alguém está mandando mensagens via aplicativo para parentes de Álvaro pedindo dinheiro. A pessoa manda mensagem dizendo que está em uma fila de uma agência bancária (inclusive envia foto da fila), mas informa estar com problemas na conta bancária e pede dinheiro. Segundo familiares, o próximo passo seria informar um número de outra conta para a transferência. Até o momento, o golpista procurou apenas familiares.

Na terça-feira, 12, o deputado informou que seu irmão, o jornalista Geraldo Campelo, estava sendo vítima de crime virtual. “Tem um bandido se passando por ele, através desse número, pedindo para as pessoas fazerem um depósito bancário. Portanto, quem receber algum contato pelo WhatsApp, não caia nesse golpe!”, escreveu.

Em novo relato, na manhã de hoje, o deputado disse parecer que sua família está sendo perseguida. “Hoje, a vítima sou eu. Não atendam ligação deste número (99296-1788), nem conversem por WhatsApp, pois é um golpe.”

Campelo escreveu, ainda, que irá à Delegacia de Crimes Interativos pedir investigação para descobrir quem está por trás desse crime e prometeu divulgar quem é a pessoa, caso tenha motivação política. “Espero, sinceramente, que não tenha motivação política, pois se houver, eu vou revelar os nomes à população”, afirmou.

O Poder tentou contato com o deputado para questionar se ele já tem suspeitas ou qual seria a real motivação, mas ele não atendeu às chamadas telefônicas pois estava participando da sessão on-line da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

 

 

 

Álik Menezes, para O Poder

Foto: Divulgação

Últimas Notícias

CNMP regulamenta aumento de auxílio-moradia de até R$ 10 mil para procuradores

De acordo com uma reportagem do Estadão, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o aumento...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!