maio 23, 2024 20:23

Diretor-geral da OMS alega que pandemia da Covid-19 está ‘longe de ter terminado’

spot_img

Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira, 29, o chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que a pandemia da Covid-19 não está nem perto de terminar.

Fazendo uma observação, Tedros alega que, seis meses após a China alertar a OMS pela primeira vez sobre uma nova infecção respiratória, o mundo atingiu os marcos sombrios de 10 milhões de infecções confirmadas e 500 mil mortes.

“A maioria das pessoas permanece suscetível, o vírus ainda tem muito espaço para se movimentar”, declarou.

“Todos nós queremos que isso acabe. Todos queremos continuar com nossas vidas. Mas a dura realidade é que isso não está nem perto de acabar. Embora muitos países tenham feito algum progresso globalmente, a pandemia está na verdade acelerando”, acrescentou.

Progresso em vacinas

Em contrapartida, chefe do programa de emergências da OMS, Mike Ryan, afirmou que houve um tremendo progresso no encontro de uma vacina segura e eficaz para prevenir a infecção, mas adiantou que ainda não há garantias de que o esforço será bem-sucedido.

Durante essa busca pela vacina, a sugestão de Ryan é que os países podem combater a disseminação da doença testando, isolando casos confirmados e rastreando os contatos. Na ocasião, o chefe do programa de emergências destacou Japão, Coreia do Sul e Alemanha por suas “estratégias abrangentes e sustentadas” contra o vírus.

A OMS planeja convocar uma reunião nesta semana para avaliar o progresso das pesquisas no combate à doença, acrescentou.

 

 

 

 

 

 

Conteúdo: Reuters

Foto: Denis Balibouse/ Reuters 

Últimas Notícias

‘O problema é o miolo’, diz Marina sobre BR -319

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, quer estender o modelo de licenciamento ambiental da exploração de petróleo na...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!