julho 15, 2024 19:17

MPAM investiga vice-prefeito e esposa secretária de Assistência Social

spot_img

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio da promotoria de Justiça de Urucurituba, vai apurar suposto enriquecimento ilícito por parte do vice-prefeito Leôncio Tundis e da esposa dele e secretária de Assistência Social, Adna Marinho. Conforme Notícia de Fato, ambos “ficaram ricos da noite para o dia”.

O documento afirma também que, em 2020, Leôncio era funcionários dos  Correios, morava em uma casa simples e andava em uma motocicleta. No ano seguinte, quando se tornou vice-prefeito, construiu a melhor casa da cidade e comprou um carro zero quilômetro.

Por sua vez, Adna, como secretária, recebeu recursos de emendas parlamentares. Houve, ainda, licitações fraudulentas e emissão de notas frias, conforme a Notícia de Fato.

O vice-prefeito e sua esposa devem enviar ao MPAM informações para o início da apuração.

 

 

Da Redação

Últimas Notícias

Venda para irmãos Batista é única alternativa do governo receber R$ 10 bi da Amazonas Energia

O ministro de Minas e Energia (MME), Alexandre Silveira, negou que a medida provisória (MP) 1.232 de 2024, publicada...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!