março 3, 2024 01:30

Caio André tem conduta elogiada na votação do empréstimo para a Prefeitura

spot_img

A conduta do presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André (Podemos), na sessão em que foi votado o empréstimo de R$ 580 milhões da Prefeitura de Manaus com o Banco do Brasil foi elogiada por parlamentares tanto da base quanto da oposição. A sessão foi realizada na quarta-feira, 06. 

“Não poderia deixar de elogiar Vossa Excelência pela forma escorreita, que significa sem lesão ou defeito, vem dirigindo esta sessão plenária. Eu já estive aí desse lado e não é fácil, não é uma missão simples; é difícil. Mas Vossa Excelência com serenidade e com respeito, está ouvindo todas as partes, sabendo que o debate faz parte, mas trazendo as decisões para dentro Casa, nas comissões, sempre dando oportunidades para àqueles que tem o posicionamento legítimo contrário como para àqueles que tem o posicionamento legítimo favorável”, disse Joelson Silva, ex-presidente da CMM, ao dar seu voto favorável ao Projeto da Prefeitura. (Veja vídeo no final da matéria).

A sessão teve discussões enérgicas sobre os posicionamentos (favoráveis ou não) em relação ao projeto, mas o presidente Caio André se manteve firme na condução dos ânimos do plenário, mantendo a ordem na Casa Legislativa. 

“Esta Mesa, durante todo este ano e no próximo ano será igual, em nenhum momento irá travar qualquer Projeto de Lei, seja ele nascido dos vereadores ou oriundos do Executivo Municipal. Foi assim quando o Projeto anterior foi negado por esta Casa e será assim sempre, em qualquer pedido. Esta Mesa irá pautá-lo, como sempre o fez e continuará fazendo no próximo ano”, esclareceu Caio André em um momento da Sessão. 

A votação do Projeto de Lei que autoriza a operação de crédito foi aprovada pela maioria dos parlamentares presentes, recebendo 21 votos favoráveis e 18 contrários.

 

Da Redação

Foto: Divulgação 

Últimas Notícias

CNMP regulamenta aumento de auxílio-moradia de até R$ 10 mil para procuradores

De acordo com uma reportagem do Estadão, uma resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o aumento...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!