fevereiro 22, 2024 09:35

Sem licitação, obra no porto de Humaitá custará R$ 11 milhões

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) no Amazonas, Orlando Fanaia Machado, autorizou, com aviso de dispensa de licitação, no valor de R$ 11 milhões, do Ato de Contratação Direta nº 90001/2023 do Processo 50600.024938/2023-29, a contratação da empresa Focus Empreendimentos  Ltda.

O objetivo é a elaboração do projeto “as built” de engenharia e execução das obras e/ou serviços emergenciais de recuperação naval do porto (IP4) no município de Humaitá (a 701 quilômetros de Manaus). A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 22. Conforme divulgado pelo Portal O Poder, já havia sido declarada no inicio do mês, situação de emergência no porto de Humaitá.

De acordo com a justificativa do projeto, as obras vão acontecer em função do avanço do desgaste das chapas de fundo, costado e espelhos(proa e popa) das Estruturas Navais (flutuantes intermediários e o cais flutuante ) e com o aumento do nível da água nas cavernas optou-se pela Dispensa de Licitação no intuito de resguardar o patrimônio público.

O porto é um dos menores do estado e o valor que vai ser gasto equivale a um terço do valor da obra de construção.

 

 

Augusto Costa, para O Poder

Foto: Reprodução

Últimas Notícias

Ex-superintendente da Suframa será assessor de Pauderney

O ex-superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Marcelo Souza Pereira, pertencente ao quadro de pessoal da...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!