maio 23, 2024 21:23

Após matéria do Portal O Poder, TCE-AM pede suspensão de gasto com Amado Batista em Ipixuna

spot_img

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) pediu a suspensão de gasto com o show de Amado Batista em Ipixuna (a 1.363 quilômetros de Manaus). O valor previsto para pagamento ao artista era de R$ 500 mil, sem licitação, durante a 7ª Exposição de Ipixuna (ExpoIpixuna), em agosto deste ano.

Conforme Representação com Pedido de Medida Cautelar Interposta pelo Ministério Público de Contas, há possíveis irregularidades acerca da Prática de Inexigibilidade de Licitação para contratação da empresa Jean L. da Silva – ME. O documento indica despesa ilegítima.

Ainda de acordo com o órgão judiciário, a Prefeitura de Ipixuna deveria utilizar o valor mencionado para efetuar reparos aos danos causados pela estiagem no município. Além disso, criar estratégias para evitar prejuízos durante o período de cheia, que se aproxima no Estado.

O relator do processo é o auditor Alber Furtado de Oliveira Júnior.

 

 

Da Redação

Últimas Notícias

‘O problema é o miolo’, diz Marina sobre BR -319

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, quer estender o modelo de licenciamento ambiental da exploração de petróleo na...

Mais artigos como este

error: Conteúdo protegido!!